segunda-feira, 2 de maio de 2016

Dias frios.


Frio de cama quente e preguiça. Frio de banho quente interminável. Frio de blusa com cheiro de guarda roupa. Frio de espirros contínuos. Frio de menos água nos vasos. Frio de calça e meias. Frio de pele seca esbranquiçada enrugada. Frio de sopa. Frio de feijoada. Frio de edredon no sofá. Frio de filme. Frio de abraço. Frio de quem não gosta de frio. Frio de mal humor. Frio de vidraça fechada. Frio de vento lá fora. Frio de céu de brigadeiro. Frio de piscina de água azul parada. Frio de passarinho encorujado. Frio de esquentar no sol. Frio porque a natureza precisa do intervalo.



"♫ ... Listen while you read!
We're just like other people
We love to sing
We love to dance 
We admire beautiful women
We're are human
and sometimes, very human ... ♫"

[Sample To be or not to be (dir. Ernest Lubitsch, 1942), voice: Stanley Ridges as Professor Alexander Siletsky]

3 comentários:

  1. Frio porque a gente precisa se aninhar!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Que o frio seja eterno enquanto dure, porque eu AMO.

    http://porralouquices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir