sexta-feira, 25 de março de 2016

Águas de março.


Sexta-feira santa. Silencio. Chove. Caem as águas que não caem mais dos meus olhos.


quarta-feira, 23 de março de 2016

January !


Para relaxar um pouco ante tanta tensão nessas últimas semanas por conta do cenário político do nosso País. Muita coisa ainda está por vir e tenho achado que é para num futuro, sairmos melhor dessa enquanto nação e enquanto povo. Alguma coisa em algum momento tinha que acontecer, velhos conchavos e velhas cartas marcadas em guerra pelo poder, claro que não poderiam durar para sempre, vamos acompanhar a história acontecer.

Bom, mas a coisa aqui é um momento de relaxamento. Conheci Disclosure sem querer, zapeando canais da TV, caimos em uma apresentação deles ao vivo, gostamos e depois fomos ouvir e avaliar melhor, e sinceramente, adorei ! Os moleques mandam muito bem, numa pegada super eletrônica acompanhadas de uns vocais bem bons, remetendo até para uma coisa mais antiga, talvez uma mistura boa, que há muito tempo eu não via em sons eletrônicos dançantes ! Tem muita, muita coisa deles e sinceramente, não achei até agora, nenhuma que me desagradasse intensamente ! Vai ai uma pequena amostra, daquelas que a gente sobe o som e dança, ou viaja ! Coisa de pisciano ...  Enjoy !



quarta-feira, 16 de março de 2016

Afetações.


Somos seres únicos, e, creio que cada um tem uma maneira peculiar de ser, agir e pensar. Nosso humor de cada dia, depende do que estamos vivendo no momento, seja coisa boa, seja coisa ruim, e reagimos a esses estímulos, sendo nossa vibe, de acordo com o momento e com nossas expectativas. Ok, você pode me dizer: não crie expectativas e não fique à mercê delas. Mas, quem não tem algum tipo de expectativa? Elas não precisam ser grandiosas e megalomaníacas, e as acho importantes como parte do seu plano de vida, das realizações dos projetos que se tem trabalhado, ou almejado.
Vivemos em sociedade, convivemos todos os dias, com os mais diferentes tipos de pessoas, com as mais variadas vibes, de acordo com o momento que cada um está vivendo. Como negar, que essas vibes, influenciam em nosso humor, em nosso comportamento cotidiano, mesmo que busquemos sempre nos manter em equilibrio, na nossa própria vibe ?




terça-feira, 15 de março de 2016

Tempos de ódio !


Acho que nunca vi na minha vida, tantas pessoas disseminando ódio gratuito por ai, sem nem mesmo saber ao certo o que anda acontecendo ou não, mesmo porque, como disse há um tempinho atrás, mesmo os mais informados, creio que não sabem de nada o que realmente acontece nos bastidores politicos e judiciários, e,  praticamente toda a gama de assuntos cotidianos, desde os mais importantes até os mais banais. Todos se tornaram julgadores e dão o seu veredicto imutável. Todos os que pensam de maneira diferente, parece que se tornam imediatamente inimigos e estão a mercê dos xingamentos de quem não respeita uma opinião diferente da sua, e é incapaz de voltar atrás, por achar que isso o inferioriza, talvez, por sua auto-estima doente ou ignorância de uma visão mais abrangente. Isso sem falar em hipocrisia.
Não dá para esconder a decepção de ver as pessoas agredindo verbalmente outras, usando palavrões e perdendo totalmente a compostura, por causa do seu achismo travestido de opinião, e confesso que me surpreendo com as pessoas que estão fazendo isso, pessoas que eu achava que eram um pouco mais, que pensavam de uma maneira mais razoável. 
Xingar alguém que não se conhece, seja de que maneira for, pior ainda se pela web, onde se coloca apenas a sua opinião, sem chance, na maioria das vezes, do ofendido se defender, além de ser uma covardia,  diz mais a respeito da pessoa que xingou, do que a que esta sendo xingada, sempre.
A impressão é de que está tudo errado, e que assim não chegaremos a um ponto onde seja o melhor para todos, mas, talvez eu esteja errado e isso seja parte de um processo, que tenhamos que passar, para atingir um outro nível, e que essa fase, seja o aprendizado. Será ?