terça-feira, 15 de dezembro de 2015

O barba azul.


Graffiti da artista frësz, no próximo ao Mercado Municipal - Campinas - SP.

Talvez não seja segredo por aqui, do meu amor pela arte urbana, gente muito boa espalha pela cidade cinza o colorido de seus trabalhos, diferente da pichação que deixa tudo feio, o graffiti deixa tudo mais colorido e com vida. Antigamente a pichação tinha um teor político, de indignação e até em alguns casos, declarações de amor, mas cada dia isso é menos frequente, os pichadores em sua maioria, querem somente deixar a sua marca no maior número de lugares possível, quando o acesso é dificil então, melhor ainda, expõe a ousadia do pichador, mas, na minha minha opinião sem o respeito à construções e prédios que deveriam ser respeitados e preservados,  mas pichação não me atrai.
Ilustra: Grace Easton
O que gosto mesmo é do colorido e da criatividade do graffiti, este especificamente, que chamo de "O Barba Azul", que vi enquanto andávamos pela região do Mercado Municipal de Campinas, foi amor à primeira vista, pelo desenho e pelo simbolismo, tem algumas coisas minhas nele: a barba mar, o bigode macarrão, a âncora, a ligação com a água, a poesia. Coisa de pisciano ... hehe!
O Barba Azul talvez se torne algo mais do que um mero graffiti que vi pela rua e fotografei, talvez ele seja mais do que mais um graffiti no meu Instagram, talvez ele faça parte da minha história, talvez ele fique no meu corpo, por enquanto é uma idéia que estou amadurecendo, mas com grandes chances de acontecer, como todas as outras que tenho tem sua história e seu significado, ele não deixa de ser uma paixão e com muito significado, e com certeza, a arte ficará linda, com a benção da artista frësz, que se sentiu honrada e deu a maior força. Mas por enquanto estou amadurecendo a idéia, a coisa toda tem que ser sem pressa.

Instagram: @mtheblue

Nenhum comentário:

Postar um comentário